Igreja Metodista Wesleyana Central em Petrópolis - Lugar de Esperança.
Rua Casemiro de Abreu, Nº50 Centro Petrópolis - RJ
Banner das Páginas

Artigos

TEM BÊNÇÃOS DE DEUS PARA VOCÊ

Este texto está baseado em Isaías capítulo 43. Leia-o primeiro!
Imagem Artigos

A relação de Israel com Deus sempre teve suas interrupções. Era e, é comum ainda hoje, esquecer-se de Deus quando tudo vai bem. Entretanto, é Ele quem está ao nosso lado nas dificuldades, é Ele que nos tempos de crise nos redime e livra da queda. Mesmo assim, Deus em seu grande amor não trata seu povo segundo merece, e, sim segundo quem Ele é – Amor eterno.


Vez por outra Israel resolveu espiar as outras nações e se encantou com sua aparência e beleza. Babilônia é um exemplo de grandiosidade, por quem Israel se sentiu atraído. Sua aparente beleza escondia, porém, sua futilidade e aprisionamento. A exemplo do filho pródigo (Lucas 15), Israel fez escolhas erradas, rompeu limites e chamou de liberdade o que era libertinagem. O resultado foi uma colheita indesejável e intragável.


O texto de Isaías 43 apresenta a iniciativa de Deus em se aproximar de seu povo mais uma vez. Deus se apresenta para resgatá-lo, mais que isso, seu desejo é adorná-lo de bênçãos novas idealizadas por Ele, como diz o profeta Jeremias: “Eu sei os planos que tenho para vós planos de paz e, não de mal; para vos dar uma esperança e um futuro” (Jr.29:11). Desta forma, faz uma apresentação de Si mesmo. Vejamos: no v.3 Ele diz: “Eu sou o Senhor teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador...”. Nos versículos 14 e 15 acrescenta: “Sou o teu Redentor, vosso Santo, o Criador de Israel, vosso Rei”. Isso para que Israel lançasse sua confiança nEle e fizesse uma entrega integral em Suas mãos.


PERTENCIMENTO – As bênçãos de Deus para nossas vidas em 2014, necessariamente passam pela conscientização que pertencemos a Ele. Deus diz no v. 1, “tu és Meu”. Sem mudança de senhorio não haverá possibilidade de nada novo. Não há como colocar ‘vinho novo em odre velho’ (Lc.5:38), não há como ‘servir a dois senhores’ (Mt.6:24). Que façamos como Tomé, caiamos de joelhos, dizendo: “Deus meu e Senhor meu”.


ESCOLHIDOS – Os tesouros preciosos de Deus para nossas vidas em 2014 estão no entendimento que fomos escolhidos, e, não nós quem escolhemos a que Deus seguir. Isso fica claro quando lemos o versículo 10: “vós sois as minhas testemunhas, diz o Senhor, e o meu servo, a quem escolhi...”. Deus resiste aos soberbos (Salmo 138:6). Os Seus ‘tesouros’ sempre são colocados em ‘vasos de barro’ (2Co.4:7), não em vasos de ouro ou prata. Em João 15:16 Jesus Cristo diz: “Não foram vocês que me escolheram; pelo contrário, fui eu que os escolhi”. Isso é bom porque evita a soberba ou vanglória e nos coloca em um patamar igual ao do nosso próximo. Nem acima e nem abaixo. Lembra-nos de nossa humanidade e consequente fragilidade. Resalta nossa pecaminosidade. Só assim, estamos prontos para reconhecer que Deus é misericordioso ao declarar que “Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro” (v.25).


O VELHO QUE NÃO ENVELHECE – O versículo 9 acrescenta que devemos dar ouvidos às coisas antigas. Ou seja, não esquecer os ensinamentos divinos. A Palavra de Deus resiste à força do tempo e das inovações modernas. É como dizer – ‘o velho que não envelhece’. “O caminho de Deus é perfeito; a Palavra do SENHOR é provada; ele é escudo para todos os que nele se refugiam” (Salmos 18:30). “Lembra-se perpetuamente da sua aliança, da Palavra que empenhou para mil gerações” (Salmos 105:8). Quando valorizamos o que Deus diz em sua Palavra trazemos suas mãos abençoadoras sobre nossas vidas.


NOSSO PROPÓSITO – Enfim, estamos prontos para vivermos as novidades de Deus, na medida em que cumprimos nosso propósito na terra que está definido por Deus no v. 21, “Este é o povo que criei para que fosse meu a fim de que desse louvores ao meu nome”. Vivamos para glorificá-lo, pois certamente o melhor de Deus está por vir.

Prazer partilhar com você
Luiz Carlos Leite, pastor
Voltar ao Topo